comunicação | Notícias

sandoval2.jpg

NOTA DE REPÚDIO

Nota de repudio atentado a radiodifusor no Ceara
22/09/2018

O diretor da Associação Cearense de Emissoras de Rádio e Televisão (Acert) Sandoval Braga Júnior estava sendo ameaçado a alguns dias e nesta sexta-feira (21) ele foi ameaçado após ser ameaçado a “deixar de falar besteira” em comentários políticos na rádio em que trabalha, em Jaguaruana, no interior do Ceará.

Braga Júnior foi baleado na perna e está consciente. Em entrevista ao G1 enquanto era encaminhado em uma ambulância para Fortaleza, o diretor da Acert afirmou que o crime foi um “atentado contra a liberdade de imprensa”.

“Eles invadiram a rádio, me renderam, mandaram eu deitar no chão e antes de atirar eles gritaram ‘isso é pra você se calar e não falar mais besteira na rádio’.

É um atentado contra a liberdade de imprensa”, afirma Braga Júnior. A Secretaria da Segurança Pública informou que equipes da Polícia Civil e Militar fazem buscas pela região para localizar e prender os autores do crime.

A Acert publicou uma nota com “veemente repúdio ao ato de invasão e violência”. “Mesmo que sem maior gravidade o ferimento da vítima da violência, gravíssimo foi a invasão à emissora e a ameaça à livre informação do seu público ouvinte”, afirmou a associação. Leia a nota na íntegra abaixo.

A Asserpe abomina e se posiciona contra todo e qualquer ato de pressão ou opressão sobre os órgãos de imprensa do Nordeste e do Brasil.

Com informações do G1