Comunicação

Notícias

  • O Rádio nasceu em Pernambuco!

    25/09/2020 - ASSERPE
    No dia do rádio, mais estudos reafirmam o papel do Estado, com o nascimento da Rádio Clube de Pernambuco

    O Dia Nacional do Rádio é comemorado oficialmente neste 25 de setembro, em homenagem ao nascimento de Edgar Roquette-Pinto, por sua contribuiço à radiodifusão no Brasil.

    A primeira transmissão sob sua iniciativa foi realizada no dia 7 de setembro de 1922, durante a inauguração da Exposição do Centenário da Independência. De acordo com Roquette-Pinto, a experiência não chamou atenção de muita gente.

    “Creio que a causa principal foram os alto-falantes, instalados na exposição. Ouvindo discursos e músicas, reproduzidos no meio de um barulho infernal, era uma curiosidade, sem maiores consequências”, afirmou Roquette-Pinto.

    Em 1923, o próprio Roquette-Pinto criou a Rádio Sociedade do Rio de Janeiro. A emissora foi doada ao governo em 1936 e transformada na Rádio MEC, atualmente comandada pela EBC.

    Mas verdade histórica se diga, o rádio nasceu em Pernambuco. Pouco mais de três anos antes, em 6 de abril de 1919, o extinto Jornal do Recife noticiava: "Consoante convocação anterior, realizou-se ontem na Escola Superior de Electricidade, a fundação do Rádio Clube, sob os auspícios de uma plêiade de moços que se dedicam ao estudo da electricidade e da telegrafia sem fio.

    Ninguém desconhece a utilidade e proveito dessa agremiação, a primeira do gênero fundada no País."

    Era o marco inicial de uma conquista de nomes como o radiotelegrafista Antônio Joaquim Pereira. A Rádio Clube foi a pioneira em função de ter feito a primeira transmissão oficial, em um estúdio improvisado na Ponte d'Uchoa, no Recife.

    Em fevereiro de 1923, a Rádio Clube de Pernambuco passou a operar com um transmissor de 10 W, tendo sua abrangência aumentada para toda a área do Recife.
    Em agosto desse ano, a Associação Brasileira de Pesquisadores de História da Mídia (Alcar) realizou uma live onde foi debatida a nova data de nascimento oficial do rádio no Brasil: 6 de abril de 1919.

    A notícia foi localizada em uma microfilmagem do Jornal de Recife, durante pesquisa do professor Pedro Serico Vaz Filho, da Universidade Anhembi Morumbi (UAM), que desde o fim dos anos 1990 investiga a história do rádio. A nova data de aniversário foi corroborada por mais notícias localizadas pelo pesquisador em jornais e revistas, publicados dentro e fora de Pernambuco, inclusive sobre o estatuto da nova emissora.

    Jovens curiosos: “Claro que não foi uma rádio com a estrutura que nós temos. Eram jovens estudantes curiosos, que estudavam a radiotelegrafia e resolveram montar uma estação de rádio, [de caráter] bem amador, bem experimental, Mas já deram o título de Rádio Clube de Pernambuco”, disse Vaz Filho em entrevista à Agência Brasil.

    Além da investigação em periódicos impressos, o pesquisador reviu a bibliografia a respeito e fez entrevistas com diferentes fontes que testemunharam o funcionamento da Radio Clube ainda na primeira metade do século 20.

    “Os preparativos para a fundação da emissora, segundo apuração com o ex-presidente da Rádio, também pesquisador Antonio Camelo, aconteceram na rua das Mangueiras, atualmente rua Leão Coroado, no bairro da Boa Vista”, descreveu à reportagem Vaz Filho. Segundo ele, “a Imprensa Oficial do Estado publicou no dia 7 de abril de 1919, um despacho da prefeitura recifense, doando um pavilhão do Jardim 13 de maio, atualmente Parque 13 de maio para funcionar como sede da Rádio Clube.”

    As descobertas de Pedro Vaz Filho sobre a primazia da Rádio Clube confirmam o que o professor, jornalista e radialista, Luiz Maranhão Filho, hoje com 87 anos, sempre defendeu. O pai de Maranhão Filho trabalhou na emissora pioneira. Os dois professores participarão da live organizada pela Alcar.

    Data avalizada: Durante um encontro de história da mídia realizado no ano passado na capital do Rio Grande do Norte, os pesquisadores especialistas no assunto assinaram a Carta de Natal, onde “avalizam essa decisão os dados apresentados há mais de três décadas pelo pesquisador Luiz Maranhão Filho (UFPE) e validados, mais recentemente, pelo pesquisador Pedro Serico Vaz (Anhembi Morumbi).”

    O novo entendimento sobre o nascimento do rádio no Brasil muda o conteúdo das aulas dos cursos de jornalismo, audiovisual e publicidade nas faculdades de comunicação. Até recentemente, a bibliografia especializada reconhecia que a transmissão radiofônica pregressa havia ocorrido de fato naquela data em Recife, mas que a primeira emissora regular seria a Rádio Sociedade do Rio de Janeiro, a partir de 20 de abril de 1923.

    De acordo com Vaz Filho, o líder da fundação da Rádio Clube de Pernambuco foi o radiotelegrafista e contabilista Augusto Joaquim Ferreira, também de perfil intelectual, mas não acadêmico. “Ele e outros jovens pensaram naquela possibilidade como meio de comunicação, não exatamente para levar educação às pessoas, o objetivo era outro: levar informações”, como ainda se dá hoje no rádio escutado no dial dos aparelhos à pilha ou na podosfera acessada pelos serviços de streaming.

    Só isso para explicar porque em Pernambuco o rádio continua sendo um veículo tão forte, popular e protagonista do desenvolvimento do Estado.

    Diariamente, dezenas de prefixos estado afora produzem entretenimento, levam informação, prestam serviço e ajudam Pernambuco a ser um estado referência na comunicação no país.

    Agregado às novas tecnologias e multiplataformas, o rádio pernambucano é cada vez mais dinâmico, forte, moderno e interativo. Por isso, no radinho, no aplicativo, na web, nas redes sociais, Pernambuco não desliga o rádio!

    A Asserpe se congratula com suas afiliadas, agradecendo à contribuição de cada uma ao desenvolvimento e à história. Viva o rádio de Pernambuco!

    Abaixo, link da EBC sobre o trabalho dos pesquisadores que atestam a data correta de nascimento do rádio:

    Acesse: https://agenciabrasil.ebc.com.br/geral/noticia/2020-08/pesquisadores-estabelecem-nova-data-de-nascimento-do-radio-no-brasil

Veja Mais: http://zaite.com.br/

Outras Notícias

OAB-PE e Asserpe fecham...

Rádios são orientadas sobre...

Morre ex-radialista da...

Reunião virtual da ASSERPE...

Presidente da ASSERPE...

ABERT lança vídeo...

Vedações na programação de...

ASSERPE passa por mudanças na...

Naza FM comemora 32 anos

Salgueiro FM anuncia...

Voz do Brasil: emissoras...

Rádio Asa Branca de Salgueiro...