Comunicação

Notícias

  • Voz do Brasil: Portaria regulamenta casos excepcionais de flexibilização e dispensa

    23/10/2020 - Asserpe
    Portaria nº 1.024/2020, que regulamenta os casos excepcionais de flexibilização ou dispensa

    Atendendo a pedido da ABERT, o Ministério das Comunicações (Minicom) publicou, nesta sexta-feira (23), a Portaria nº 1.024/2020, que regulamenta os casos excepcionais de flexibilização ou dispensa do programa A Voz do Brasil.

    De acordo com a portaria, o Minicom divulgará em seu site uma lista com o calendário de datas, horários e abrangência – nacional, estadual, distrital ou municipal – dos casos possíveis de flexibilização ou dispensa de retransmissão do programa.

    A lista será atualizada anualmente por meio de consulta pública, que será aberta pelo MiniCom.

    As contribuições e sugestões dos casos para compor a lista deverão comprovar dois requisitos: (i) o excepcional interesse público na divulgação de eventos, de manifestações ou de acontecimentos de grande apelo ou repercussão pública nacional, estadual, distrital ou municipal; e (ii) absoluta incompatibilidade com os horários originais para retransmissão da Voz do Brasil.

    A ABERT poderá requerer, a qualquer momento, a inclusão de outros casos excepcionais de flexibilização ou de dispensa de retransmissão do programa. A competência para a análise destas solicitações é da Secretaria de Radiodifusão, por meio do Departamento de Inovação, Regulamentação e Fiscalização.

    As novas regras também esclarecem uma dúvida recorrente dos radiodifusores sobre o horário que deve ser observado para a retransmissão da Voz do Brasil. De acordo com a portaria, quando a rádio estiver situada em um município cuja hora seja diferente da hora oficial de Brasília, o radiodifusor deverá observar o fuso horário local para a veiculação do programa.

    Para o presidente da ABERT, Flávio Lara Resende, “com a assinatura da portaria, a perspectiva é de um aumento significativo de audiência nas emissoras, possibilitando maior tempo de cobertura de eventos de interesse público, diversificando as fontes de informação e entretenimento aos ouvintes, além de gerar novas oportunidades de receita publicitária para as emissoras”.

Outras Notícias

ASSERPE já funciona em nova...

Radiodifusão de Pernambuco...

ASSERPE lamenta falecimento...

OAB e ASSERPE avaliam...

Voz do Brasil: autorizada...

Dia Estadual do Rádio é...

Desoneração da folha de...

OAB-PE e Asserpe fecham...

Rádios são orientadas sobre...

Morre ex-radialista da...

O Rádio nasceu em Pernambuco!

Reunião virtual da ASSERPE...