Comunicação

Notícias

  • Nota oficial: invasão à rádio em Santa Cruz do Capibaribe

    07/04/2021 - Asserpe
    Asserpe condena o ato e cobra responsabilização pelo episódio

    A Asserpe condena o episódio de invasão de um estúdio de rádio na cidade de Santa Cruz do Capibaribe, ocorrido nesta terça (6).

    A Rádio Comunidade tinha programa apresentado pelo radialista Júnior Albuquerque. Segundo relatos, ele cobrava maior atuação do Governo Federal na pandemia e foi surpreendido por simpatizantes do presidente Jair Bolsonaro que invadiram os estúdios, o intimidaram e o ameaçaram.

    O fato de tratar-se de emissora comunitária não associada não muda a posição de nossa entidade, por tratar-se de ameaça à liberdade de imprensa, a qual defendemos de forma altiva. Também porque abre um perigoso precedente que ameaça todos os veículos, inclusive comerciais.

    A Asserpe espera resposta a altura em virtude da gravidade do incidente pelas autoridades que investigam o caso.

    A Asserpe defende de forma intransigente a liberdade de imprensa conquistada pelos veículos de comunicação e condena todo ataque à esse direito fundamental, inclusive no papel de cobrar os governos em todas as esferas em nome da sociedade.

    Por fim, se solidariza com o radialista Júnior Albuquerque e à Rádio Comunidade, esperando que fatos como esses não se repitam.

Outras Notícias

ASSERPE lamenta a morte de...

ASSERPE lamenta a morte de...

MCom suspende prazos de...

Voz do Brasil: publicado...

Pernambuco celebra o primeiro...

Max Martinhão anuncia...

Brasil registrou 150...

ASSERPE lamenta o falecimento...

ABERT lançará relatório sobre...

Cidade FM Caruaru aposta em...

Recife FM comemora 40 anos

ASSERPE lamenta falecimento...