Comunicaçao | Mídias

  • Assembleia Legislativa cria Frente Parlamentar de Comunicação de Pernambuco

    Na tarde do dia 22 de março, os 49 deputados estaduais votaram e, por unanimidade, aprovaram a criação da Frente Parlamentar de Comunicação de Pernambuco. A proposta é de autoria do deputado Ricardo Costa e visa desenvolver, com ações específicas, o setor da comunicação no Estado. A Frente tem como coordenador-geral o próprio autor da proposta e conta ainda com os deputados Tony Gel (DEM), Aluisio Lessa (PSB), Ângelo Ferreira (PSB), Everaldo Cabral (PTB) e Eriberto Medeiros (PTC). De acordo com informações da Câmara, outros deputados também poderão se tornar membros da referida frente durante o seu tempo de atuação, que é de 2 anos.

    Um dos objetivos da Frente Parlamentar é realizar debates, audiências públicas, eventos e fóruns, que tenham como prioridade as novas diretrizes da comunicação em todo o Estado. “O universo da indústria de comunicação de Pernambuco tem crescido em número de emissoras de rádios na capital e no interior, bem como de emissoras de TV aberta, jornais e revistas, espalhados por todo o Estado. Além de agências de propaganda e outros meios de comunicação. Tudo isso é responsável por uma significativa parcela em termos de recolhimento de impostos, representando aproximadamente 3% do PIB pernambucano”, explicou Ricardo Costa, ressaltando que a criação da Frente contribuirá para a instituição de um fórum permanente de ideias e ações para definir novos rumos no setor.

    A Frente Parlamentar de Comunicação foi criada através do Ato nº 217/2011 da Presidência da Assembleia Legislativa, publicado no Diário Oficial do Poder Legislativo em 23 de fevereiro de 2011. De acordo com o texto enviado à Asserpe, a Frente Parlamentar de Comunicação de Pernambuco terá como norte a defesa de propostas e ações que contribuam para estimular o setor da comunicação em geral em todo o Estado, além de promover e incentivar ações que desenvolvam o setor no âmbito legislativo.